Piquenique

Piqueniques são uma delícia por vários motivos, entre eles, comer ao ar livre, ao sol; escolher as comidas mais gostosas no mercado; a diversão de montar o próprio lanche; ver a vida passar em algum lugar da cidade (leia-se rua); bebidas refrescantes; é barato em qualquer viagem.

Em frente à Alcazaba

…fica uma praça…

Músicos/hippies que estavam todos os dias por lá

…onde fizemos vários piqueniques. Compramos o pão em uma padaria bem pequena em frente ao mercado municipal. A menina que trabalhava lá era muito simpática, bonachona, e cortava a baguete para nós. Depois o destino era o mercado municipal, para comprar azeitonas e outras delícias. Descobri os tapas de polvo (algo como 1/4 ou 1/5 de uma porção servida em restaurantes no Brasil) de um café na praça central e assim lá iam uns euros para comprar dois tapas para fazer sanduíche.

Rides estava lá

Bebemos Desperados, mistura de cerveja com tequila. Foi uma surpresa boa, gostei, refrescante.

Aí está o polvo dos dois tapas que comprei para fazer sanduíche:

Também provamos uma outra cerveja, bem especial:

Cannabia é uma cerveja orgânica feita com maconha ao invés de lúpulo, já que as duas plantinhas são da mesma família, a Cannabaceae. Gostei. Mas o melhor de tudo é a gravata:

Raspe, cheire e sorria!

Siesta

Mais ruazinhas:

Anúncios

15 comentários sobre “Piquenique

  1. Lou

    Ahh, piquenique é sempre muito bom!! E eu adoro o cheiro de laranjeiras. O rótulo da cerveja é o melhor hahaha e é boa essa cerveja??
    Beijãooo

    Curtir

    1. Camila

      Engraçado que antes de virmos para cá nem ligávamos tanto assim para piquenique, não?
      A cerveja é boa, sim, como uma cerveja comum. O ingrediente especial não faz diferença.

      Curtir

      1. Valéria

        Poxa, vida, agora eu falei “vou ser a primeira a comentar!!” Não deu… hehe
        Bom, muito legais piqueniques mesmo, são minha atual visão da felicidade. Sério. 🙂 Toda essa aura de tranquilidade, simplicidade, minimalismo, ainda acrescida do ar livre, da natureza, de boa companhia. Que gostoso. 🙂
        Adorei a foto do Rides. Aliás que o Rides merece uma tag fixa “Onde está o Rides”, seria mto divertida… hehe… Suas fotos sozinha tbm estão muito bonitas, adorei seu lenço/echarpe. Tbm tenho notado sua diligência em fazer as unhas! Haha Digo isso pq imagino que vc esteja fazendo sozinha, e elas estão sempre muito bonitinhas.
        Beijo, Camys, adoro seu blog.
        Ah, me esqueci de uma coisa. O blog da Lou no Reader tem um link p/ comentários, o seu não… Será que é algo que eu preciso configurar aqui?
        Hm… vou dar uma olhada…
        Bjão!

        Curtir

        1. Camila

          Valéria, que saudades de você!
          Hehe, não importa se não foi a primeira a comentar, suas mensagens são sempre ótimas e cheias desse seu humor bem Valéria. Adoro.
          Concordo com a sua descrição dos piqueniques, realmente são minha atual visão da felicidade também. Se bem que nessa visão poderiam estar incluídos mais uns graus na temperatura e uma praia de vez em quando. 🙂
          Vou criar uma categoria “Onde está o Rides”! Hahahah, ótima idéia, vou fazer mesmo. Aí, ao clicar na catoria, vamos encontrar todos os posts do Rides.
          Esse eu lenço eu ganhei do Erik. Basicamente levei ele na loja e falei que tinha visto um lenço liiiiiindo… Funcionou! 🙂 Em relação às unhas, acho que estou mais “diligente” mesmo quando uma viagem se aproxima, hehe… Quando sei que vou viajar, aí me programo para deixar as unhas bonitinhas. Mas nem sempre tenho muita paciência para fazer eu mesma. Saudades do Brasil e da manicure barata, hahahahah…
          Vou checar essa questão do link para comentários. Talvez seja algo a ver com o tema que uso, o Bueno. Talvez ele não suporte isso no Reader.
          Um beijão!!!

          Curtir

  2. Pam

    Concordo plenamente com a Valéria sobre piqueniques,são mesmo a visão da felicidade. E a Lou está certa, vocês não tinham esse hábito aqui pois isso não faz parte da nossa cultura, o que é muito triste. Comentei isso com o Vi outro dia…se um dia decidirmos fazer um, pra onde iríamos? Para o jardim da praia? Para o rebolças? Para o orquidário (que está fechado para reformas)? ou para a praça do Sesc?? rsrs Aqui não tem como ter esse hábito mesmo.
    Mudando de assunto AMEI as fotos suas e do Erik! Não me entenda mal, todas as fotos que vc tira são maravilhosas, parece que estamos visitando estes lugares com vcs, e sempre muito educativas, mas também é muito bom “ver” vc. Ajuda a melhorar a saudade! 🙂
    Bjos

    Curtir

    1. Camila

      Aaaaaah, que fofinha!
      Ah, meu, faz no jardim da praia. Sem brincadeira. Eu acho que um dia que eu e a Louise estivermos aí, deveríamos fazer um piquenique, sim. Mas é verdade, é mais difícil mesmo. É que aqui existe uma cultura de fazer qualquer coisa ao ar livre quando o tempo melhora, já que é frio 3/4 do ano. Vou postar muito mais fotinhos!
      Beijos!

      Curtir

  3. Dayane Andrade

    Adorei este post! Há quanto tempo eu não faço um piquenique. Acho que já faz uns 12 anos ou mais… que vergonha! Mas, realmente isto não é da cultura de nosso país. As questões climáticas favorecem, mas como geralmente sempre temos um bom tempo utilizamos a aquela célebre frase: “ah, semana que vem”. Aí passam semanas, meses e anos e deixamos de lado estes pequenos prazeres. Entendo perfeitamente esta cultura. As pessoas costumam valorizar mais as coisas que tem pouco…. Bem é isso. Você está fazendo milagres com a camera, hein?! As fotos estão sempre lindas! beijos

    Curtir

    1. Camila

      É mesmo verdade, Day! Quando somos assim “mimados” de tanto sol que temos, a gente não dá tanto valor mesmo. Ou, na verdade, não nos desesperamos, né. Porque aqui é bem esse o sentimento. Quando faz sol, dá uma coceira na bunda, ahah, não dá para desperdiçar o momento precioso em casa. Aí a gente acaba fazendo piquenique. Mas acho que dá para você e o Vagner aproveitarem um domingo e fazer um piquenique. Deve ter um parque, não? Ou pelo menos o Ibirapuera! Já dá para encaixar com alguma exposição. A câmera é excelente mesmo, você escolheu muito bem, Day!
      Beijos!!!

      Curtir

  4. Lou

    É verdade isso que a Camis falou. Aqui nem é tão frio e chuvoso como na Suécia e mesmo assim, se tá sol lá fora eu preciso arranjar um motivo pra sair de casa. Nunca se sabe quando vai estar sol e calor de novo, então tem que aproveitar.

    Curtir

  5. Caroline Azevedo

    Nosssaaaaa…lugar maravilhoso! Cartões postais aos olhos nú.
    O piquenique parecia estar muito bom. Sanduíches bem chiques!
    Ameiiiiiii ver o Rides na viagem, ele está em todas. Muito viajado está!!!! A carinha dele é muito boa de se ver 🙂
    As cervejas bem diferentes. Vcs fazem bem em provar todos os tipos que existem…hahaha
    Estão ótimos nas fotos! Muito bonitos e naturais.

    Curtir

  6. Dayane Andrade

    Em Guarulhos também temos um parque, o Bosque Maia…hehehe. No começo do nosso namoro fomos lá algumas vezes. Foi muito bom. Mas, sempre vem o mas…rsrsrs

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s