As aventuras de Pitutinho

Este post vai especialmente para a Carol, que queria ver mais o Pitutinho.

Conviver com o Pitutinho, o único sobrevivente dos três canarinhos que resgatei, é sensacional. Eu aprendo tanto no dia-a-dia. Pitutinho é muito inteligente e, de alguma maneira, nos comunicamos. Ele me mostra claramente suas vontades e o que quer fazer. Principalmente se quer algo que eu esteja cozinhando ou comendo. Ele domina metade da cozinha e, ultimamente, tem vindo para a sala todos os dias. Ele gosta de dormir em cima da porta da cozinha para a sala.

Uma das atividades preferidas é tomar banho. Todos os dias ponho um pires cheio de água na mesa. É uma felicidade e água para todo o lado. Adoro vê-lo tomar banho, não me canso.

Banho diário

Quando ele termina, voa para a janela para se secar:

Bagunça
Pituti se seca na janela.

Ele observa muito o mundo lá fora:

Ele também passa bastante tempo na parte de baixo das cadeiras, se coçando, arrumando as peninhas… E comendo jornal! Não sei o que fazer para ele parar com essa mania. Eu cubro o chão com jornal, pois como ele fica solto, é muita sujeira por todo o lado. Preciso achar algo que substitua o jornal.

Eu e Pitutinho temos muitos rituais diários. Um deles é o almoço – Pitutinho sempre começa a dar rasantes e a encarar o que estou comendo. Ele sempre quer o que estou comendo. Muitas vezes ele “rouba” o meu almoço, hehe. Na verdade, ele avança no prato assim que eu deixo a mesa.

Eu amo o Pituti.

Anúncios

7 comentários sobre “As aventuras de Pitutinho

  1. carolinecunha

    Um dos posts mais fofinhos e lindos do seu blog!
    Já começei gostando pelo título, e depois uma menção especial a mim… =)
    Ele é realmente, muito lindo. “Gotoso”! Queria poder ir vistá-lo…
    O banhinho não deve cansar mesmo. Gostamos demais dos animais, e sempre tivemos bastante carinho com os “empenadinhos”, né?
    Ele na janela se secando uma graça, ele no seu prato comendo mais ainda!!!
    Mas é o que vc falou, a comunicação entre nós e eles – os animais – é uma questão de observação. Quando passamos a perceber melhor, entendemos que eles “falam” com a gente. 😉
    Ah, a singela e ligeira homenagem à ele, na sua última frase, ele merece. 🙂

    Curtir

    1. Sim, exatamente, quando prestamos atencão, percebemos que eles falam o tempo todo com a gente.
      Que bom que gostou. 🙂
      Ele é muito fofinho mesmo e, com certeza, vai dar para visitá-lo.

      Curtir

  2. Rejane Freire

    Os animais são realmente uma dádiva de Deus! Todos os animais se comunicam,cada um da sua forma e quando passamos a conviver diariamente com eles a interação se torna maior ainda.Eu tenho duas chinchilas,um coelho e agora resgatei uma gatinha muito carinhosa ,da rua.A sujeira é normal,se fosse uma criança seria pior.
    Sou super a favor vc criá-lo solto,acho q ele deve ficar olhando a janela e sentir vontade de voar la fora. Ele deve alegrar muito seus dias!
    Bjoss

    Curtir

    1. Nossa, quantos! Que legal!
      Sinto muita falta dos meus cachorros que ficaram em Santos. 😦
      Eles se comunicam mesmo e de forma muito clara. É só prestar atenção.
      Concordo em relação à sujeira. Com criança, seria pior, e mais neurose ainda na limpeza.

      Curtir

  3. Pingback: O Pitutinho se foi «

  4. Pingback: Fim da fase Linköping |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s