Irlanda: as ruas e os pubs de Dublin I

Infelizmente não passei muito tempo em Belfast, apenas uns dois dias. A road trip seguiu para a Irlanda, a República da Irlanda, independente do Reino Unido. Eu e Erik seguimos para uma parte lindíssima desse país, cheia de lagos, pastagens, ovelhas, fiordes, vilarejos… Um charme. Também não tivemos muito tempo por essa parte, o litoral da Província de Connacht, mas passamos uma noite em um bed&breakfast muito fofo, depois de jantar em um restaurante aconchegante. Estávamos já dirigindo há horas, querendo ao mesmo tempo achar um lugar para dormir e ver o magnífico cenário. Acabamos encontrando uma meia dúzia de casas e hospedagens perto de uma reserva. Infelizmente não me lembro o nome do local, bem lindo e pitoresco. Quero voltar a essa parte da Irlanda para fazer essas rotas cênicas com mais calma, experimentar vários bed&breakfasts isolados, ver os lagos, as montanhas dramáticas, as estradas tortuosas… Eu aconselho a qualquer um que tenha tempo a passar um mês calmamente dirigindo nessa região. Não há fotos e nem mais posts pois não havia como carregar as baterias da câmera.

Ao acordar no bed&breakfast, na verdade uma casa linda pertencente a uma senhora que prepara uma mesa de café da manhã de luxo para os hóspedes, mal engolimos a comida e já tivemos que seguir viagem para Dublin, a fim de devolver o carro a uma da tarde. Chegamos atrasados, nos perdemos nessa cidade enorme de trânsito caótico. Todas as malas foram jogadas na calçada em frente ao hostel onde tínhamos reserva, enquanto Erik me deixava para ir devolver o carro sozinho. Depois de eu conseguir arrumar tudo direitinho e subir com todas as malas até a recepção do hostel, descubro que fizemos a reserva para a semana errada. Nada podia dar mais errado. O Erik não voltava nunca, eu estava já bem preocupada. Saí pelas ruas a procura de um lugar para ficar. Quando volto para o hostel, onde as malas ficaram (com enorme preocupação, pois o rapaz que trabalhava lá era muito estranho e grosso), Erik já está de volta. Ele tinha conseguido finalmente achar a concessionária. Encontramos um hostel excelente para ficar. Que bom que fizemos a reserva errada! O outro lugar que achamos era muitíssimo melhor e bem localizado, ótimo mesmo.

O hostel fica nessa rua:

E Dublin, capital da Irlanda, fica aqui:

Assim, começo a mostrar um pouco das ruas de Dublin, dos dublinenses e do que fizemos nesta cidade divertida. Não muito mais do que ir a pubs e passear por essas ruas.

Todas as imagens são da parte central, comercial de Dublin, dos dois lados do rio Liffey, o qual corta a cidade.

Rio Liffey
Rio Liffey

O’Connell Street, a principal avenida de Dublin

Essa avenida estava cheia de turistas.

Outras ruas do centro

Pubs

Durante o dia, para um pint e um café…


Quero deixar claro, aqui, que sempre gostei muito de Guinness. Não tomei Guinness só porque estava em Dublin. Mas tomei para experimentar todos os pints de Dublin.

… e pubs à noite, para mais pints

O pub abaixo é da vizinhança, bem simplinho. Depois de algumas, fizemos amizades com todos os frequentadores assíduos. Vejam que um cochila e outra abre a boca enquanto o Erik canta Elvis.

Dublinenses

Eu cantei também, I’ll stand by you, do Pretenders. Depois ainda dancei YMCA.

Vejam o A de YMCA.
Cachaça

No dia seguinte, ressaca e café. A caminho de onde tomamos o café e vejo:

Comitê do Sinn Féin
Escritório do partido de esquerda republicano Sinn Féin, ligado ao IRA
Loja fofa de música

Anúncios

12 comentários sobre “Irlanda: as ruas e os pubs de Dublin I

  1. Dayane Andrade

    Simplesmente amei este post! Como é bom ver você feliz e aproveitando a vida. Eu ia gostar muito deste pub com Karaokê, eu amo cantar… hehehe. Muita saudade de você. Beijos.

    Curtir

    1. Camila

      Eu sei que ama cantar, ainda mais agora que ficou famosa no VMB, ahahhaha… Me manda o link da aprensentação, por favor. Pode ser aqui mesmo, ou por e-mail, ou facebook. Ou twitter, hehe, não faltam maneiras.
      Saudade também! Espero que tenha aproveitado o bolinho de aniversário naquele sábado.
      Beijão!

      Curtir

  2. Pingback: Irlanda: as ruas e os pubs de Dublin II (e outras coisas) «

  3. Camila, demais as fotos!! Eu só falo isso, né, mas é verdade… hehe… Dmais o YMCA… hehe E eu me lembro dessa blusa de zebrinha!! Lembro de vc dando a dica de compras!!! Hehe! É mto gostoso ler seus posts, ver suas fotos…. incrível como há males que vêm para o bem mesmo, a reserva estava errada e o novo lugar foi bem melhor, q legal 🙂 bjinhos, Camys, adoro como vc não abandona o blog!! Ele vai mudando de nome, né? hehhe… Camila(somewhere) 🙂 Bjos!!

    Curtir

    1. Camila

      Eeeeeee, que bom te ver por aqui de novo. Obrigado pelos elogios. 🙂
      Pois é, é aquela de zebrinha, de um dos melhores lugares para compras, da dica… Hehe, Extra! Na verdade, foi minha irmã que descobriu o Extra primeiro. Essa camiseta ainda é uma das minhas preferidas.
      Sim, acredito muito nessa estória de que males vêm para o bem. Foi excelente termos errado a reserva, o outro hostel era horrível.
      Ah, e finalmente alguém percebeu que ele vai mudando de nome, huahauha…
      Beijão!

      Curtir

  4. Essa coisa de “ainda bem que deu errado” tem muito a ver com um dos posts da Lou no Happiness box….e é a pura verdade né? Eu acredito que tudo acontece por um motivo, só que quando elas acontecem, nós não estamos preparados para entender o motivo.
    Mudando de assunto (e fazendo um comentário bem Carol), parabéns pelo look da ressaca!!! Bem miss….’bebo todas mas não desço do salto’ rsrs

    Curtir

    1. HAHAHAHAHAHAH, adorei o “Bebo mas não desço do salto”, hehehhe… O que a maquiagem não faz, né gente?
      É, isso de dar tudo errado tem mesmo tudo a ver com o que a LOu escreveu lá. É bem por ai.

      Curtir

  5. Camila, vc nem pode imaginar o quanto gosto deste estilo de post com fotos de tudo que vcs fizeram, e dos lugares que foram. E com vcs dois nas fotos!!! Vou copiar a Valéria que disse que sempre fala a mesma coisa… mas, que fotos bacanas, maravilhosas e divertidas! E fiquei impressionada o qaunto vc saiu linda em todas as fotos. De verdade! Sua make tava perfeita, leve e ao mesmo tempo marcante. O look uma graça! Te achei tão linda, que até cliquei nas fotos para vê-las maior. Ah, achei que na última vc fez uma expressão no rosto estilo “Andrea Corr”…repare!
    Esse corte e altura do cabelo te deixaram super “mulher”, sabe…?
    As cenas do pub dei risadas mesmo. A sua fazendo YMCA, e de vc e do Erik com a mulher dançando com a descrição: “cachaça”, hahahaha. Erik cantou Elvis…que romântico!
    Costumo falar muito que “há males que vem para bem”.

    Curtir

    1. Eu sei que você gosta mesmo. 🙂 Eu também, acho mais dinâmico, bem mais interessante e divertido de ler e fazer.
      Carol, obrigado pelos elogios do look, a make é uma que faço quase sempre, com o olho esfumaçado, só que mais de leve. Bem que eu tinha reparado no painel do wordpress, que algum(a) fã tinha clicado nas fotos onde apareço, hehe… 🙂
      Eu sei o que quer dizer com a cara da “Andrea Corr”. Ela sai assim em muitas fotos, com um meio sorriso.
      Nossa, nós nos divertimos muito nesse dia do pub. O pessoal era simples, todos se conheciam. Não era um pub luxo, para turistas. ficava bem perto do albergue.
      O Erik cantou elvis já com umas cachaças. 😉

      Curtir

    1. Happy to see you here catching up. 🙂 I need to do the same, but google translate, as I’ve already said many times, doesn’t really help me so much. It’s frustrating.
      I liked the pic as well, thanks! 🙂

      Curtir

  6. Pingback: Retrospectiva 2012 II «

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s