Breve reflexão sobre o trabalho de garçonete

Há muito tempo atrás, eu decidi que um dia ainda escreveria bem honestamente sobre  minha experiência como garçonete em Liverpool, Inglaterra. Queria esperar até o fim da temporada, lógico, pois a maioria eram brasileiros e portugueses e poderiam ler a série de reclamações que eu postaria.

As minhas reclamações não envolveriam as pessoas que trabalhavam lá. Muito pelo contrário, fiz excelentes amizades e sinto falta delas. Um dia ainda quero visitá-las. Não, as reclamações envolveriam mesmo o trabalho em si. Eu acho que nunca desgostei tanto de um trabalho como aquele – apesar de que, no final, eu já estava mais acostumada e conseguia aproveitar um pouco mais.

Agora já não preciso me dar ao trabalho de escrever um longo texto sobre isso. O criador do Oatmeal fez isso por mim, então eu aproveito para publicar aqui um de seus “comics” sobre o assunto. Retrata bem um pouco do que eu senti ao trabalhar como garçonete, com exceção dos gases (só de vez em quando).

tipping_tooting_header tipping_tooting_1 tipping_tooting_2 tipping_tooting_3 tipping_tooting_4 tipping_tooting_5 tipping_tooting_6 tipping_tooting_8 tipping_tooting_9 tipping_tooting_end

Anúncios

4 comentários sobre “Breve reflexão sobre o trabalho de garçonete

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s