Um sorvete na Torre Eiffel

Depois de uma visita rápida à bonita Champs-Élysées, Erik e eu caminhamos pelos arredores chiques, como já mencionei no post anterior. Queríamos chegar até a Torre Eiffel, este cartão-postal tão famoso.

DSC08214Arredores chiques da Champs-Élysées

Andamos muito, ainda de ressaca e famintos, até chegarmos ao Champ de Mars, onde fica a torre. Este é mais um dos monumentos famosos que me impressionou muito. Como não ficar boquiaberta com uma estrutura gigantesca de ferro com 324 metros de altura? O mais interessante, porém, é saber que a Torre Eiffel foi originalmente construída como um projeto temporário, para ser destruída depois.

“Inaugurada em 31 de Março de 1889, a Torre Eiffel (pronuncia-se com a sílaba tônica no último “e”, [eifél] e não [êifel]) foi construída para honrar o centenário da Revolução Francesa. Era para ser uma estrutura temporária, mas tomou-se a decisão de não desmontá-la. O Governo da França planejou uma Exposição mundial e anunciou uma competição de design arquitetônico para um monumento que seria construído no Campo de Marte, no centro de Paris. Mais de cem designs foram submetidos ao concurso. O comitê do Centenário escolheu o projeto do engenheiro Gustave Eiffel (1832-1923), de quem herdaria o nome, da torre com uma estrutura metálica que se tornaria, então, a estrutura mais alta do mundo construída pelo homem. Com seus 324 metros de altura, possuía 7 300 toneladas quando foi construída.

Eiffel, um notável construtor de pontes, era mestre nas construções metálicas e havia desenhado a armação da Estátua da Liberdade, erguida pouco antes no porto de Nova Iorque. Quando o contrato de vinte anos do terreno da Exposição mundial (de 1889) expirou, em 1909, a Torre Eiffel quase foi demolida, mas o seu valor como uma antena de transmissão de rádio a salvou. Os últimos vinte metros da torre correspondem à antena de rádio que foi adicionada posteriormente.

A torre manteve-se como o monumento mais alto do mundo ao longo de mais de quarenta anos. Foi destronada em 1930 pelo o Edifício Chrysler, de Nova Iorque, que tem 329 metros.”

Fonte: Wikipedia

O caminho que tomamos mostrou a Torre Eiffel como uma surpresa. Começamos a descer um pequeno parque e ali, de repente, depois de algumas árvores, estava ela:

DSC08220

Esta é também a última foto que tenho dessa viagem à França. Justamente neste momento, a segunda bateria da câmera morreu, e o carregador, como já explicado antes, tinha ficado em Linköping junto com a terceira bateria. Uma pena, pois o sábado foi um dia muito divertido. Estava pensando em fazer alguns desenhos para ilustrar o resto deste relato de viagem. Faz tanto tempo que não desenho.

Ao chegarmos perto da torre, a salvação: muitas barracas de comida de rua, tudo parecia delicioso. Assim, se você estiver perdido, sem comer, de ressaca, mas estiver indo visitar a Torre Eiffel, não se preocupe: tem muita comida boa e barata. Eu comi um crepe gigante de mussarela e dividi um de Nutella com o Erik. Ao cruzar a ponte e chegar mesmo aos pés da torre…

tour eiffelFonte aqui.

paris-tour-eiffelFonte aqui

…não resisti e comprei sorvete, desses estilo “italiano”.

Mjukglass

Da Torre Eiffel, eu e Erik fomos a uma outra área de Paris, Pigalle, onde fica o famoso cabaré Moulin Rouge e, depois, ao lindo distrito de Montmartre.

Anúncios

15 comentários sobre “Um sorvete na Torre Eiffel

  1. Acertei o destino! hehehe
    Adorei compartilhar um pouco da história da magnífica torre. Eu voto que você podia desenhar o que não conseguiu tirar foto. Mas, se não estiver inspirada, a foto que bateu ficou linda, já valeu a pena. Beijão.

    Curtir

  2. Adorei a ideia de desenhar hehe =)
    A torre realmente é impressionante. Nós fomos lá de dia, subimos até o topo, depois fomos pra Champs-Elysées e voltamos à noite pelo mesmo caminho que você fez. Na primeira vista que tivemos da Torre Eiffel à noite, ela estava brilhando como luzinhas de natal. Ouvimos pessoas gritando na rua e quando olhamos vimos a coisa mais linda e impressionante. Tenho um vídeo meia boca do momento hehe, só durou segundos.
    Beeeijão

    Curtir

    1. Nossa, que lindo!!! Nem consigo imaginar como deve ter sido a vista à noite, com luzinhas de Natal… Que experiência! É, acho que quando eu voltar, vou querer fazer isso também.
      Beijão!

      Curtir

  3. Que delícia de viagem, hein… 🙂 E este blog é muito informativo, não sabia que o monumento seria algo temporário! E como assim seria demolida??? Ainda bem que ela está lá ainda 🙂

    Curtir

  4. Pingback: Como se divertir em um sábado em Paris |

  5. Como sempre, além de um lindo post, cheio de informações históricas! Adoro!
    Sinceramente, das fotos que vc colocou da Torre, a sua é a melhor (com perdão das outras fontes). E que para quem nunca foi, uma foto tirada de outro ângulo tem muito mais valor e torna muito mais pessoal que as milhões de fotos que já vimos.
    P.S. Só um passeio desse pra não deixar a gente de mau humor por estar de ressaca e faminta !

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s