Ficar velha é uma m****

Mas que título mais direto ao ponto, não? Bom, estou de volta à Suécia depois de uma viagem ao Brasil e naturalmente de volta a este blog. Não sei mais por quanto tempo vai ser interessante contar fatos meio repetitivos já sobre este lugar, mas vamos continuar (pensamentos sobre mudanças estratégicas rondam a minha cabeça).

Este post é mais um daqueles com atualizações dos últimos acontecimentos e últimas reviravoltas. Como devem ter percebido, ou até mesmo porque já contei isto aqui, minha vida é planejada semestralmente, pois meu status de expatriada não me permite tanto mais do que isso. Então vamos às notícias de curto e longo prazo sobre este semestre que se acerca:

1) Estou um caco para ser jogado fora.

Aqui na Suécia eu já tive muitas idas hipocondríacas ao pronto-socorro de Linköping (suspeitas de trombose, ataque cardíaco etc.), mas desta vez estou um caco para ser jogado fora mesmo. Coincidência de nome, acho que tenho quase o mesmo problema que um dos pequeninos, o salsicha Caco.

IMG_0110

Caco está descadeirado como eu.

O Caco está com problemas seríssimos de coluna – cartilagens desgastadas, bico de papagaio – anda com muita dificuldade e está com dor constante. Esta é mais ou menos a descrição do meu estado também. Já não basta uma constipação dos infernos que já dura meses, uma hemorróida interna – sim, estou falando mesmo de constipação e hemorróida, que pessoa fina sou eu – e agora, uma auto-diagnosticada inflamação no cóccix. É o ossinho da bunda. Ou seja, dor na bunda. Uma dor maldita, insistente, intensa. Não consigo andar direito, sentar-me e levantar-me são as tarefas mais difíceis do meu dia, deitar é apenas de lado, arrastando-me na cama. Sério, não consigo me imaginar com 16 anos com problemas como esses. Ficar velha é uma merda. Dói na bunda. Em homenagem a este cenário animador de hemorróidas, constipação e dor na bunda, estão aqui os Rolling Stones com a excelente Mother’s Little Helper, que começa com uma das melhores frases de todos os tempos:

“What a draaaaaaaag it is getting old”

“Things are different today,”
I hear ev’ry mother say
Cooking fresh food for a husband’s just a drag
So she buys an instant cake and she buys a frozen steak
And goes running for the shelter of her mother’s little helper
And to help her on her way, get her through her busy day.”

E tem também “I Don’t Feel Young”, do Wye Oak

2) Eu vou me mudar de Linköping…

… mas ainda não tenho onde morar! O mestrado começa na próxima segunda, 2 de setembro, e eu recebi a grade de horários quando ainda estava no Brasil. O esquema é pesado, há atividades todos os dias, bem tenso. Lá se foi o meu plano de pegar o trem de Linköping a Lund duas vezes por semana. Agora tudo muda: eu com minhas malas para Lund, ao sul da Suécia. Uma nova fase de fato começa.

Eu e Erik passamos o fim-de-semana passado em Lund, procurando quartos para eu morar. Andamos tanto… O novo plano é morar em um quarto, dividir com alguém. Eu passaria a ir para Linköping em alguns fins-de-semana, enquanto ele viria em outros. O problema é que moradia em Lund é coisa mais difícil que entrar para a universidade, que por sinal, está entre as 100 mehores do mundo.

Por enquanto ainda não consegui nada, e a querida amiga Edina me ofereceu um quarto no novo apartamento dela até eu arranjar algo. Ela se mudou para Malmö, cidade a 10 minutos de Lund.

Tenho algumas boas opções, estou esperando respostas… Que ansiedade.

3) Começo o mestrado em uma semana.

É isso. Tenho que me virar em uma cidade completamente nova e ainda me dedicar a esse novo projeto, que vai dar muito trabalho.

4) Vou fazer uma mini-viagem.

Mais uma viagem de fim-de-semana: vou para Copenhagen (Köpenhamn – chopeinrâmn), capital da Dinamarca, já neste próximo fim-de-semana. Vai haver uma comemoração da classe do Erik, afinal este agora é o último semestre do programa. Ele se forma no fim do ano. Como dá para ver no mapa acima, Copenhagen é bem perto de Lund.

Anúncios

12 comentários sobre “Ficar velha é uma m****

  1. buscandonemo

    Biza, nao sei se vc se lembra que sempre sofri com uma constipaçao crónica, bom o fato que tentei tdos os métodos, Activia nao me faz nem cocegas, mamão, cereais, ameixa, blá blá tentei tdo
    E finalmente encontrei algo que resolveu minha vida, vc poderia tentar, chama kiwi, sim amiga o kiwi, todos os dias em JEJUM , qdo cheguei aqui há 2 meses, ja sabe banheiro novo, comida diferente e esqueci o kiwi,resultado 6 dias sem conseguir fazer nada e uma hemorroida, mas graças a Deus e ao kiwi diario, amém. Ta tdo funcionando como manda a natureza. Js melhoras

    Curtir

  2. Valéria H.

    Camila, se a dica do kiwi funcionar p/ vc, será ótimo, hein! Eu imaginei q seu próximo post seria algo super feliz do tipo cheguei do Brasil, estou indo p/ o mestrado, não imaginei q vc estivesse tão mal! Foi algo do momento em que você estava escrevendo? Acho que duas coisas podem ajudar na coluna. Uma é o pilates. Eu estou achando meio chato, p/ dizer a verdade, mas é tão rápido… Outro, bom, esse a Louise vai poder te ajudar! Eu estava lendo sobre meditação e parece ser tão bom pra tudo, inclusive dores crônicas. Acho q esse é um momento tão cheio de coisas na sua vida, q a meditação seria um hábito ótimo!
    Mas acho impressionante q vc sempre pensa em acabar com o blog, poxa vida, ele é tão legal.
    Acho que o nível de dificuldade é compatível com o nível de alegria e realização q vc vai sentir!! Espero q melhore de saúde, Camila!
    bjs

    Curtir

    1. Oi Valéria!

      Pois é, este post foi algo bem de momento. Queria desabafar, pois comecei a sentir essas dores e de repente… bum! Parecia uma velha, não conseguia andar. O impressionante é que aconteceu do nada e também foi embora assim. Bom, não foi tão do nada. Eu tinha passado o fim-de-semana inteiro em Lund, andando muuuuuuuuito para procurar apartamento. Eu estava com bailarinas não muito boas para isso. Então um osso grande da sola do pé inchou muito, fiquei com uma bola na sola. Eu acho que isso deve ter contado muito para a inflamação do ossinho da bunda.

      Assim como veio, foi. Estou bem, não tenho mais nada. 🙂

      Curtir

  3. Nossa Camis, espero que você melhore logo! Você tem comido bastante fibras? Como a Valéria falou, ‘meditação e yoga to the rescue’ haha
    Mas não comece com essa encanação com a idade não! As pessoas que parecem mais jovens são as que tem pensamento de jovem =)
    Espero que você consiga um quarto logo, aí quem sabe eu possa te visitar.
    Beeeijos e saudades!!

    Curtir

  4. Pingback: Nova cidade, nova vida |

  5. Oi Camis, tudo bem?
    Eu estou meio sumida por aqui – correria com as coisas da nova casa – e ao ler este post seu vi que as coisas não estão tão bem assim. Fiquei preocupada com esta sua inflamação no cóccix. Espero que você se recupere rapidamente e que possa aproveitar bem esta nova fase tão esperada. Sei bem que o mestrado é algo muito motivador para você e tenho certeza que apesar de algumas mudanças de planos você vai conseguir se organizar e contar muitas novidades, compartilhando conosco seu aprendizado! Estou ansiosa!!! Se cuida. Se eu puder ajudar em algo, me fala. Beijos.

    Curtir

    1. Ah, relaxa, Day. Eu também estou na correria. Para você ter uma ideia, só li este comentário hoje. 😦 Como escrevi em um outro post, já estou bem melhor. Assim como veio, a dor passou. O que eu notei de diferente é que agora meio que sempre sinto a possibilidade de começar de novo, especialmente quando eu paso muito tempo sentada e não ando, pedalo. Ou seja, acho que é uma questão de postura e sedentarismo mesmo.

      Vi duas fotos da sua casa nova no FB hoje, que máximo! Espero que vocês estejam aproveitando muito e que consigam ajeitar as coisas rápido – apesar de que isto é parte da diversão também, né?

      Beijão!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s