Nova cidade, nova vida

Faz um tempo já que não posto nada, desde que escrevi um post nada otimista sobre meu estado de saúde. Em primeiro lugar, queria deixar claro que está tudo bem. Eeeeee! A constipação passou – deve ser resultado de eu estar comendo mais frutas, inclusive uma banana diariamente, além de ter trocado arroz e macarrão por suas versões integrais de segunda à sexta. Ou seja, mais fibras. Ainda vou tentar a dica que a Andrea, mais nova habitante desde lado do mundo, me deu: comer um kiwi por dia. Também já estou melhor da inflamação no cóccix. Assim como veio, foi; não quero que volte mais. Dor dos infernos.

Bem, o motivo de eu estar bem afastada do blog já deve estar meio claro para muita gente. É que muitas coisas mudaram em minha vida aqui na Suécia. Não gosto de ficar tanto tempo afastada do blog; demora-se tanto para aumentar o tráfego, contruir uma rede de amigos leitores… Ainda assim, esta ausência foi necessária, pois precisei – e ainda preciso – levar um dia de cada vez. As mudanças e o ritmo estão muito intensos.

A primeira novidade é que passei um fim-de-semana em Copenhagen, capital da Dinamarca, depois de voltar do Brasil. Adorei, quero morar lá. A segunda novidade, esta sim bem fundamental, é que eu me mudei de Linköping! Este fato mereceria um post a parte. Foram tantas histórias desde a minha chegada à Suécia – dá para relembrar algumas ao clicar na categoria Linköping na coluna ao lado, no menu “Assuntos”.  Apesar de eu ter me mudado, ainda vou para Linköping em alguns fins-de-semana, já que o Erik está lá, no nosso apartamento. Em outros fins-de-semana, a ideia é que ele venha para cá. Mas onde estou? Eu me mudei para Lund, muitos também devem se lembrar do porquê. Nova vida, nova cidade.

Esse porquê de eu ter me mudado chama-se Master of Science Programme in International Development and Management (Mestrado em Desenvolvimento Internacional e admistração/gerência de projetos). Mais adiante, escreverei um post mais informativo sobre o programa em si, os desafios, a matéria que estou estudando agora e outras coisinhas. Ainda não tirei foto alguma, nem da cidade, nem da universidade, nem de nada. Nova vida, nova cidade, nova universidade.

Mudar de cidade significa que eu mudei de casa também. Estou morando no porão de uma casa bem grande, de um médico que tem cinco filhos. O nome dele é Poul. Ele é muito legal e generoso, super para cima, sempre querendo me incluir nas atividades da casa. “Porão” soa meio mal, mas na verdade é um espaço ótimo. Tenho um quarto grande e divido o banheiro e uma cozinha improvisada com a outra “inquilina”, a Hanna, que mora em uma casinha pequena no jardim. Logo pretendo tirar fotos e mostrar aqui. É melhor que eu não demore, pois aparentemente o outono já está vindo, e o inverno não tardará.

Estou muito estressada, o ritmo do mestrado é intenso. Não tenho tempo para nada, apenas estudo, estudo, estudo e escrevo, escrevo, escrevo. Tenho que entregar um paper de economia (artigo científico, hehe) na sexta. Meus dedos estão destruídos de tanto que eu arrando as peles de nervoso. Mas tudo bem, estou tentando levar um dia de cada vez. Imaginem, é tudo absolutamente novo! Tenho que aprender tudo, onde ficam os lugares na cidade, ônibus, supermercado, tudo.

Por enquanto, como ainda não tenho fotos, deixo duas que outras pessoas tiraram de um picnic no meu primeiro sábado aqui em Lund, depois da primeira semana de aulas. Foi muito divertido.

picnic2Dá para ver minhas amigas mais próximas daqui: a de camisa xadrez, Mirsini, da Grécia; a de vestido salmão, bebendo algo, Anna, da Suécia; e a de malha verde musgo, bem à direita, Louise, também sueca.

picnic 1

Anna e eu

Logo postarei, também, sobre o Quatro de Julho em Nova York e o fim-de-semana em Copenhagen.

Anúncios

13 comentários sobre “Nova cidade, nova vida

  1. Glad to here you are feeling better. Fibers FTW!

    Just breathe and enjoy that you do what you want to do, at a university and on a programme you had on top of your list. The readers will be around, I am quite sure of that. Learn from my fail and keep on writing (instead of planning a truck load of blog ideas and not doing anything about it – like I do…).

    Talking about bloggin and finding time to blog, you know the term blosgtipation, right? It happens to all of us, so don’t stress about it. Just do what you need to do at the uni and when you get a bit of teeny tiny time, write a bit here (or call and I can get on a bus an meet up for a beer over there :D)

    Curtir

    1. What a nice comment! I know I have to breath, take my time and just enjoy the ride, but damn… the ride is too intense! I swear I don’t do anything rather than studying and writing papers – and it’s only been three weeks. Phu! I haven’t even visited you. 😦

      I liked this post too, she seems to be a pretty cool girl.

      Curtir

      1. the veggie brunette

        In my little world, Amanda Palmer is almost the queen of f___ing everything. I find her most inspirational when she blogs, and writes about writing. Other than that, she is a kickass concert godess 🙂

        Curtir

  2. Ebaaaaa!!!! Que bom que está melhor da constipação e da inflamação no cóccix! :D. Como vai ver no meu comentário do outro post eu fiquei bem preocupada. Fico feliz que tenha melhorado e que esteja mais disposta para encarar a nova vida, que pelo visto, está bem agitada e bem diferente dos planos originais, né?

    Muito legal ter encontrado um lugar espaçoso para morar, estou ansiosa para ver as fotos. Então quer dizer que tem que escrever muito? Tem que fazer papers toda semana? E você está gostando das aulas? E o fato de não ter tempo para trabalhar, como você imaginava, te decepcionou? Sua amiga Anna é bem simpática! Muito legal ter amigas e poder dividir todo o estresse da vida acadêmica!

    Espero que tenha um tempinho entre um paper e outro para compartilhar mais conosco sobre esta nova fase de sua vida.

    Bons estudos!
    Beijão 😀

    Curtir

    1. Pois é, eu quero continuar postando, mas está bem difícil, viu? O programa é super pesado. Temos um curso apenas e não dá tempo de fazer mais nada. Tem que ler e escrever muito. Hoje mesmo terminei mais um paper em um mês. E você sabe como é, não dá para fazer qualquer paper… Dá trabalho – ainda mais porque vc sabe como eu sou perfeccionista e estressada.

      Gosto de algumas aulas, outras são mais ou menos. Na verdade este primeiro curso é como se fosse um basicão para nós entendermos o que desenvolvimento global significa. É tudo, né.

      Na verdade, estou curtindo não trabalhar, hahahah… Acho que eu e o Erik nos organizamos bem, então por enquanto as finanças estão OK. Acho que poderei terminar este programa sem ter que trabalhar, mas na verdade o próprio programa exige que a gente faça um estágio. Vou descrever em mais detalhes em um post futuro.

      Beijão!

      Curtir

    1. Oi Ceeeeee!

      Também adorei a visita e o bilhete que você deixou, está guardado comigo. Espero que esteja tudo bem também na sua nova fase (emprego, aquele projeto de saúde etc.).

      Beijão e saudade! 🙂

      Curtir

  3. Pingback: A solitária moradora do mar |

  4. Pingback: “Minha” casa em Lund |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s