Agora estou: esperando um trem por 3 horas

Ganhei um celular novo de Natal . Foi o pai do Erik quem me deu e funciona muito bem, e prático. Como eu não tenho tido tempo de postar nada (estou com muitos rascunhos engavetados), decidi começar uma nova série: “Agora estou…” para mostrar o que estou fazendo no exato momento da publicação do post.

Os posts serão escritos no telefone. A ideia não e substituir os posts “originais”, feitos com cuidado e muito tempo, mas sim mostrar algumas coisinhas mais mundanas, quando saio por exemplo, de maneira instantânea. Já recebi sugestões para postar mais sobre o dia a dia, então esta nova série e meio que isso. O nome não e muito criativo, então aceito palpites para mudá-lo.

O primeiro post e para reclamar do atraso do trem. Agora estou sentada na estação de Linköping, esperando o trem para Lund, mas já anunciaram que o trem está 3 horas atrasado!!!

20140112-222154.jpg

Anúncios

6 comentários sobre “Agora estou: esperando um trem por 3 horas

  1. Que legal, Camis!
    Este presente veio em boa hora, não é mesmo? Achei a ideia da série de textos muito boa e não achei o nome ruim…rsrs.
    Beijos e saudade de você. Vamos marcar uma conversa no skype?

    Curtir

  2. Michele

    Oi Camila, meu nome é Michele, sou do Rio de Janeiro e vou morar em Linköping, já passamos 2 meses lá, mas agora meu marido está indo fazer o doutorado, vamos ficar durante 3 anos. Tenho 2 filhas de 10 e 12 anos, então tenho muitas dúvidas, Se vc pudesse me ajudar ficarei muito agradecida. Gostaria de saber a respeito dos hospitais, se são públicos ou devemos pagar, como é a saúde lá e a respeito das escolas, são públicas também. Aguardo seu retorno. Obrigada.

    Curtir

    1. Oi Michele!

      Que legal saber que você vai se mudar para Linköping. Em relação à saúde e educação, depende da nacionalidade das suas filhas. Qual é o status de imigrantes de vocês? Vocês têm cidadania européia?

      Os hospitais são públicos, mas geralmente é cobrada uma pequena taxa para ver o(a) médico(a). Isso se você for cidadã sueca ou européia. Do contrário, é apenas atendimento de emergência que é gratuito.

      As escolas são públicas também em sua maioria. Mas eu não sei bem como funciona para cidadãos não-europeus. Basicamente, vocês precisam estar registrados lá e ter seu personnummer, o número pessoal, que é um tipo um RG par absolutamente tudo na Suécia. Se vocês tirarem esse número, aí não é problema.

      Dá uma olhada neste site, que é da agência de imigração de lá, para conseguir mais informações:

      http://www.migrationsverket.se/English/Private-individuals.html

      Abraços e desculpa pela demora em responder.

      Curtir

      1. Michele Baroni

        Muito obrigada pelas informações! Nós não possuímos dupla nacionalidade. Já estamos providenciando todas as documentações.

        Abraços Michele

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s