Minha rua em Lund

Agora que consegui uns dias livres da loucura do mestrado, vou tentar colocar este blog em dia – ou pelo menos escrever alguns posts sobre a cidade de Lund e o que é este mestrado que estou cursando. Agora mesmo não estou em Lund, mas em Eksjö (Iequiruô), a cidade onde o Erik está morando e fazendo residência. Pois é, não estamos sob o mesmo teto desde setembro do ano passado, quando comecei o mestrado em Lund, mas moramos juntos no meu coração.

Este post é curtinho, só para mostrar os arredores da casa onde moro. As fotos são novembro do ano passado, ainda outono quando já deveria ser inverno – tivemos um outono “quente” e longo. Agora é primavera, e tudo já está bem parecido com as fotos abaixo, apesar de menos verde. Estou realmente contando os dias para que a primavera chegue de verdade. Houve alguns dias “quentes”, mas depois esfriou de novo. As temperaturas andam por volta de 6, 10 C durante o dia. Já fazem pelo menos cinco meses desde os últimos dias “quentes”.

Abaixo está a rua. A casa onde moro fica à esquerda, quase na altura de onde está o carro preto. É um bairro residencial, tranquilo, silencioso. O que escuto são os passarinhos no jardim, o vento – aqui venta muitíssimo, os passos do pessoal do andar de cima, e crianças eventualmente correndo. Na Suécia, tudo é muito calmo e silencioso, o que às vezes pode parecer tedioso. Por outro lado, é difícil me adaptar quando volto ao Brasil, pois é tudo tão intenso e barulhento.

A casas grandes, como a que moro, com jardim, chamam-se villa. Há várias nessa área, custan uns milhões de coroas suecas.

IMG_0308

Aqui é a continuação da rua no sentido contrário. Esses tipos de prédios são bem comuns. Na Suécia, no geral, os prédios têm três andares.

IMG_0309

Ao olhar a esquerda, tem um gramado com mais desses prédios. Nesse gramado eu encontrei lebres quase todos os dias de outono.

IMG_0310

Ao olhar para a direita, tem o caminho que faço quase diariamente para ir à universidade ou para o centro. Eu gosto muito de cruzar essa área. Não leva tempo nenhum, pois não é uma área grande, mas é um espacinho de “natureza” – bom, tem árvores, grama, muitos pássaros e algumas lebres. Já faz eu me sentir muito bem.

IMG_0312

IMG_0313

IMG_0314

Quando chego nessa rua, é só seguir reto na mesma direção do ônibus amarelo para chegar ao centro.

IMG_0319

Assim, isto é mais um pouquinho de Lund, mas o que quero mesmo é mostrar a cidade, o centro. Lund é cidade bonita, pequena, antiga. Há várias casas de séculos de idade. O problema é que eu ainda não tenho fotos de lá, então fica para mais tarde.

 

Anúncios

5 comentários sobre “Minha rua em Lund

  1. “Mas moramos juntos no meu coração.” Que lindooooo! 🙂
    Legal ver você postando de novo. Eu não consigo criar coragem pra voltar com meus blogs hehe
    Aqui em Oxford é a mesma coisa onde eu moro, bem silencioso. Mas eu gosto, traz muita paz.
    Gostei de ver o lugar onde você mora. E bom saber que você teve um tempinho pra sair das trevas haha
    Saudades!!
    Beijão :*

    Curtir

    1. Hahahaha, adorei te ver por aqui também, que saudades!
      Pois é, estou com um pé nas trevas, e outro fora dela. Ainda tenho uns deadlines para esta semana agora, antes do feriado de Páscoa.

      Volte, sim, aos blogs. Eu amo! Não importa que tenha passado um tempo. O que importa é você ter vontade de fazer isso. Você pode colocar também várias coisas sobre o seu novo projeto de yoga.

      Um beijão!!!

      Curtir

  2. Dayane Andrade

    Eu ia adorar morar em um lugar tranquilo como este. Se bem que a rua que moro atualmente é sossegada. Mas é só andar uns 500 metros e estou de volta a loucura.

    Achei interessante os prédios terem apenas 3 andares, aqui em SP eles estão ficando cada vez mais altos.

    Fofinho você dizer que o Erik mora em seu coração! Tenho certeza que sim. A distância é bem ruim, mas é uma fase.

    Beijos.

    Curtir

    1. Mas que bom que onde você mora também é sossegado, né Day? Mesmo que a loucura esteja a 500m, ainda dá para relaxar. Pior é morar em meio à loucura, se bem que depende da fase da vida.

      Beijão!

      Curtir

  3. Pingback: Um pouco deste semestre |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s