Trinta: Festival Psykjunta

Quando o Erik sugeriu um festival psicodélico em Småland, região onde ele mora hoje, para comemorar meu aniversário de 30, confesso que não me empolguei muito. Não pelo fato de ser um festival deste tipo, coisa que muito aprecio, mas por ser em Småland. Estava em dúvida se seria mesmo psicodélico, até porque o que é “psicodélico” em 2014? O negócio é que foi, sim, um tanto hippie. O festival chama-se Psykjunta e ocorreu na pequena Alvesta, em uma área abandonada onde antes ficava um parque de diversões estilo circense, na sexta 13 de junho. Fomos nós três: eu, Erik e o irmão, Jonas. Acampamos de sexta para sábado e, neste dia, dirigimos até Oslo. Jonas voltou para a fazenda da irmã no sábado.

2014-06-14 10.56.09

2014-06-14 10.56.12Minha barraca

Não foi um festival muito grande, mas havia várias barracas e vans. As pessoas capricharam no estilo festival-hippie-psicodélico, menos eu, que decidi ir com roupa de ginástica. Queria ficar seca e não sabia o estado da coisa e da bebedeira. Não bebi muito, na verdade. Mas Erik levou uma garrafa de champagne e logo brindamos meu aniversário que ainda vinha. Começou a chover e nos abrigamos na barraca do Jonas.

2014-06-13 21.03.02-1

Havia várias barracas de comida, sempre oferecendo opções vegetarianas/vegan. Havia também algumas barracas de bebida. Nós nem vimos tantas bandas assim, mas houve uma muito boa, uma banda sueca antiga de rock progressivo chamada Träd Gräs och Stenar (“Árvore, grama e pedras”). O pai do Erik é fã deles.

2014-06-13 19.39.34Träd Gräs och Stenar

Mais tarde, na noite de sexta, foi a vez de uma das atrações principais, os americanos The Brian Jonestown Massacre. Como já disse, é uma das bandas preferidas do Erik. Eu não tenho muita paciência para a música deles, mas o show foi realmente muito bom. Já é o segundo que vejo, o primeiro foi em um clube legal de Estocolmo, Debaser.

2014-06-13 23.42.54The Brian Jonestown Massacre

2014-06-13 23.43.00

No dia seguinte, após uma noite muito mal-dormida na barraca quente, acordei exausta. Pegamos um táxi até a cidade só para comer pizza e depois voltamos ao acampamento. Quase no fim-de-tarde, eu e Erik pegamos a estrada em direção à Noruega.

2014-06-14 10.08.37Manhã seguinte

2014-06-14 10.09.27

2014-06-14 10.08.51

Anúncios

8 comentários sobre “Trinta: Festival Psykjunta

  1. Pingback: Trinta: fim-de-semana em Oslo |

  2. Pingback: A Acrópole de Atenas |

  3. Pingback: Entregando a tese |

  4. Pingback: De volta a Psykjunta | Camila in Sweden

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s