De vila de pescadores à atração turística: Smögen

Deixamos Oslo no início da tarde de segunda 16 de junho, meu aniversário de 30. Fui acordada com um café da manhã especial: muffins de chocolate com brigadeiro, morangos e chantilly. Tudo feito pelo Erik. Eu senti o cheiro de chocolate quando ainda estava na cama, mas fiquei em dúvida do que seria. Ganhei também uma máscara de mergulho, mas o resto do presente é para ser aproveitado na Jamaica: um curso de mergulho com certificação PADI. Eu amei toda a surpresa, achei tão fofo ele ter a vontade de comprar ingredientes e cozinhar tudo em meio a uma mini-viagem. Foi uma comemoração ótima de 30, bem tranquila.

Depois de comer muitos muffins com brigadeiro  – aliás, feito com leite condensado brasileiro que a Carol tinha enviado, deixamos Oslo em direção a Smögen (Ismoguen), um pequeno povoado de pouco mais de mil habitantes, mas que recebe muitos turistas no verão. Smögen fica em uma ilha na costa oeste da Suécia, perto da divisa com a Noruega.

IMG_0565Smögen

IMG_0564

IMG_0566

IMG_0569

Passei a tarde em uma área chamada Smögenbryggan, um deck/cais ladeado por casas de estilo bem característico, restaurantes e barcos à vela. Smögenbryggan foi, historicamente, um porto de pesca onde se realizava leilões de frutos-do-mar, Smögens Fiskauktion. Esses leilões começaram em 1919 devido aos baixos preços que os pescadores recebiam pela produção. O leilão acontece ainda hoje. Aparentemente, o cais de Smögen é naturalmente protegido devido a sua geografia, o que elevou Smögen a cais mais visitado por barcos da região de Bohuslän, “estado” onde fica este povoado. Tudo isso você acha na Wikipedia em sueco.

IMG_0571

IMG_0576

IMG_0574Suecos aproveitam o verão em uma das maneiras favoritas: em um barco

IMG_0577

IMG_0578

IMG_0580

Caminhamos pela Smögenbryggan e nos sentamos em um café para almoçar e tomar uma lättöl (cerveja fraca, motoristas podem tomar) ao sol. Amo o mar e sinto muito a falta da praia.

Anúncios

5 comentários sobre “De vila de pescadores à atração turística: Smögen

  1. Que delícia esse café-da-manhã de aniversário. Nunca comi muffin de brigadeira, fiquei até com água na boca. Mas aí o leite condensado é diferente? Aqui é igual do Brasil e tem o mesmo da Nestlé também. Tem até aquela variação do leite condensado light que tem no brasil haha.
    E que presente criativo! Você pediu ou foi ideia dele mesmo??
    Beeijos e saudades!

    Curtir

    1. Então o muffin de brigadeiro não era bem muffin de brigadeiro… Era muffim de chocolate, e o Erik fez brigadeiro e colocou em cima dos muffins, hehe… O leite condensado aqui é muito parecido com o brasileiro, eu acho. Pode ser que seja um poquinho menos doce, mas é muito bom. O que faz a diferença para o brigadeiro que eu adoro, e que não tem por aqui, é o Chocolate do Padre. Deve ser pela quantidade de açúcar no pó, heheh… Mas não adianta, não fica tão bom sem o Chocolate do Padre.

      Eu não pedi o presente, não. Foi ideia dele. Mas ele sabe que eu sempre fui bem obcecada pelo mar e que provavelmente vou amar mergulhar. Eu acho que eu amaria, sim, mas estou tentando ter coragem…

      Beijão e saudades também!!!!!!

      Curtir

  2. Pingback: Fim da comemoração de 30: ilha de Kleven e Lindsteds myr |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s