A praia do navio naufragado

Um dos pontos altos de Zakynthos, e considerado por alguns como uma das praias mais bonitas da Grécia, é Navagio, ou melhor, a praia do naufrágio. Em 1983, o navio Panagiotis, carregado de cigarros provavelmente contrabandeados, naufragou no local. Assim, o local também é chamado de “praia do contrabando” (Smugglers Beach). Antes de chegar à praia do naufrágio, a vista já dá uma ideia do quão bonita é a área. Na verdade, o acesso à praia do naufrágio so é possível por meio de barco; não há estrada até lá. Onde dá para chegar de carro ou moto, e de onde se pega o barco a caminho dessa praia, é Porto Vromi, uma outra praia bem bonita e pequena. A caminho de Porto Vromi:

IMG_0803

IMG_0804

IMG_0805

E finalmente, a pequena Porto Vromi:

IMG_0796

IMG_0800

É daí que se pega o barco para chegar à praia do naufrágio. Alugar o seu próprio barquinho a motor, como fizemos duas vezes, é uma ótima opção. No nosso caso, a maré estava muito revolta, então não estavam disponibilizando barcos para alugar nesse dia. Tivemos que nos contentar com um barco maior cheio de turistas. Mas tranquilo, somos turistas também, e a praia do naufrágio é uma das mais bonitas que já vi.

IMG_0791Barco para praia do nafrágio ao centro

IMG_1033Porto Vromi vista do mar

Já no barco a caminho da praia do naufrágio, muito mar azul, desfiladeiros e cavernas:

IMG_1000

IMG_1002

IMG_1007

IMG_1008

Essa foi a primeira vista da praia do naufrágio. O mar é tão azul, e o paredão de calcáreo tão branco, que quase dói aos olhos.

IMG_1009Praia do naufrágio à distância

IMG_1011Um paraíso neon surreal

IMG_1016

IMG_1012

IMG_1021

IMG_1020O contrabandista Panagiotis

Esta praia me lembrou um pouco de Koh Phi Phi Leh na Tailândia, a praia do filme “A Praia”

IMG_1025

IMG_1022

Esta é só para deixar claro o quão inacreditável a cor da água é:

IMG_1023

Relaxei bastante deitada nas pedrinhas à beira-mar. O passeio, que custou em torno de 10 euros cada, dura umas duas horas e meia. Não é necessário agendar nada. Assim que chegar a Porto Vromi, é só se dirigir a um dos estandes na praia e comprar um bilhete. A parada na praia do nafrágio dura cerca de uma hora, tempo suficiente para apreciar essa beleza deslumbrante. Quero voltar lá algum dia.

No caminho de volta, uma outra atração interessante. O que há na caverna abaixo?

IMG_1032

A face de Poseidon, deus dos mares!

IMG_1028

IMG_1027

Muito lindo. Assim termina a série sobre Zakynthos. Nos próximos posts, além de eu trazer um pouco das aventuras na Jamaica, trarei a última parte da viagem à Grécia, a linda ilha de Antíparos.

Anúncios

Nadando em Porto Limmionas

Agora que já mostrei bons lugares para passeios de barco que fiz a partir de Agios Sostis e Keri – os arredores da ilha de Marathonissi, por exemplo, aproveito para mostrar um ótimo local para nadar: Porto Limnionas. Em Zakynthos, como já escrevi, é necessário se locomover de carro ou moto, pois a ilha é grande. Assim, fomos de carro até Porto Limmionas.

IMG_0810

Zakynthos é realmente cheia de pés de oliva:

IMG_0813

Porto Limmionas, assim como outras partes da ilha, tem água de esmeralda. Li que este lugar é mais isolado, que poucos o conhecem, mas não parece ser verdade. A encosta estava cheia de gente. Não há exatamente uma praia neste lugar. É necessário se jogar das pedras mesmo, mas não é nada radical.

IMG_0825Porto Limmionas

Porto Limmionas é muito lindo e ótimo para nadar e praticar snorkeling. A água, porém, é gelada, como no resto da ilha.

IMG_0828

IMG_0829Erik em bermudas quadriculadas

IMG_0850

Existe uma caverna grande excelente para ser explorada também. O som do mar reverberando nas paredes da caverna é meio assustador.

IMG_0826

IMG_0831Saída para o mar

Eu e Mirsini nos preparamos para o mergulho:

IMG_0840

IMG_0845

 

Também relaxamos um pouco à beira-mar.

IMG_0856

IMG_0859

IMG_0863

 Existe um restaurante no local, e eles disponibilizam cadeiras confortáveis:

IMG_0866

IMG_0869

IMG_0874

Mirsini tenta achar as cigarras que não paravam de cantar:

IMG_0877

Assim, mais um dia delicioso foi passado na ilha. No próximo post, o último da série sobre Zakynthos, uma das atrações mais populares da ilha, o navio naufragado.

 

Passeios de barco em Zakynthos II

Este é o segundo passeio de barquinho alugado que fizemos pela costa de Zakynthos. No primeiro passeio, basicamente exploramos os arredores da ilha de Marathonissi, saindo de Agios Sostis. O segundo passeio foi meio que o mesmo, mas saindo da praia de Keri.

 IMG_1038Praia de Keri

IMG_1037Muitos barcos

Logo que deixamos a praia e navegamos à esquerda, logo vimos formações muito bonitas:

IMG_1043

IMG_1045

Em seguida, fomos novamente em direção a Marothonissi para tentar avistar mais tartarugas. Acabamos avistando outra coisa, bem interessante, talvez minha carreira no futuro:

IMG_1067

Olhando mais de perto, sim, é um barco-bar chamado Oasis! É só encostar e fazer um pedido.

IMG_1063

IMG_1059

IMG_1057

IMG_1049

Mais formações belíssimas… Com a cor do mar entre o azul e o verde, é um espetáculo.

IMG_1084

IMG_1083

O mais gostoso de alugar esses barquinhos é que dá para parar onde e quando você quiser. Passamos um bom tempo nos bronzeando ao natural nessa prainha linda e solitária:

IMG_1073

Também fizemos muito snorkeling e nadamos em cavernas que pareciam iluminadas por luz neon.

IMG_1069Eu e Erik explorando a caverna

 

Aproveitei para tentar aprender a guiar o barco. Consegui, mas tenho que me concentrar muito. Não posso fazer duas coisas ao mesmo tempo, não tenho a coordenação necessária.

IMG_1072

IMG_1087

Acabamos vendo mais uma tartaruga Caretta caretta. E foi meio desastroso para mim. Quando já estávamos voltando a Keri, avisto algo circular, marrom, boiando. Era mais uma tartaruga! Ficamos tão excitados que a Mirsini começou a gritar para que eu pulasse na água para nadar com a tartaruga. Depois de umas cervejas, como já disse fim-de-dia, e na adrenalina de ter que agir rápido, caí como um saco de batata na água. O barco me atropelou, raspou minha cabeça. Eu praticamente colidi contra a lateral e o fundo do casco. Não vi mais a tartaruga e nem nadei com ela. Assim, se vocês estiverem com ganas de nadar com uma tartaruga ou outro ser aquático, não façam como eu; não despenquem, dêem um pulinho, um impulso. Eu terminei com o tornozelo, a canela e a cabeça doloridos por alguns dias.

Passeios de barco em Zakynthos I

Em meio a perrengues pesados na Jamaica – fui expulsa da casa onde moro ontem – tentarei continuar com os posts sobre a viagem deliciosa à Grécia. Espero começar a contar um pouco da aventura na Jamaica ainda este fim-de-semana.

Pois bem, na ilha de Zakynthos talvez o ponto mais alto seja a natureza. Mirsini e seu namorado Christos juraram que Zakynthos é uma das ilhas mais bonitas em termos de belezas naturais. O mar é, de fato, turquesa, chegando a ficar quase “branco” em certos lugares. O que mais aconselho, e que fizemos por duas vezes, é alugar um barquinho a motor e passar o dia explorando as pequenas ilhas ao redor e a costa, além de nadar e praticar snorkeling, claro.

Existem várias empresas que organizam passeios de barco, passeios estes onde os turistas podem nadar, ver tartarugas e outros. Essas empresas, geralmente, têm estandes pela praia – vimos alguns deles em Agios Sostis e Keri. Outros tipos de atividades também fazem parte da oferta, como mergulho. Mas o melhor mesmo (talvez com exceção de mergulho), é alugar o seu próprio barquinho. Não é muito difícil guiá-lo, eu mesma tentei um bocado. Fora isso, é bom barganhar, pois os primeiros preços sugeridos são sempre bem caros. É só insistir com jeito e, assim, conseguir um preço melhor, talvez até mais tempo no mar.

Os lugares que valem a pena ser visitados são muitos, mas nós visitamos os arredores de Agios Sostis e Keri, onde é possível ver as tartarugas marinhas, na Grécia chamadas de Caretta caretta, o nome científico da espécie. Vale lembrar que estão ameaçadas de extinção.

Nesta primeira vez, partimos de Agios Sostis:

IMG_0892 Estávamos muito felizes e logo aproveitamos para fazer uma das coisas mais prazerosas quando se tem um barco: tomar cerveja gelada.

 

IMG_0903

IMG_0899

IMG_0906A costa é realmente muito bonita e, apesar das differenças, lembrou-me um pouco a Tailândia.

IMG_0917

Passamos uma boa parte do tempo explorando a ilha de Marathonissi, a Ilha da Tartaruga. Além de ter forma de tartaruga, é por lá que vivem muitas Caretta caretta. Estávamos ansiosos para vê-las, mas é claro que não é fácil. É preciso sorte para estar no momento certo, quando as tartarugas vêm à superfície para respirar.

IMG_0927Ilha de Marathonissi

Marathonissi recebe muitos barcos cheios de turistas, pois existem duas praias – uma bem pequena, logo abaixo – e cavernas ao longo das muralhas que ladeiam a ilha.

IMG_0921

IMG_0923Cavernas

IMG_0916

IMG_0925Prainha

Estávamos em busca de caretta carettas, sempre de olho no mar. Até que Erik avista uma cabeça, uma pessoa praticando snorkeling um tanto perto da ilhota abaixo. Quando nosso barco chega mais perto, surpresa: não é nenhum nadador, é uma tartaruga grande, que logo submergiu.

IMG_0929

carettaCaretta caretta. Fonte aqui

E de repente, um barco pirata cheio de turistas:

IMG_0920

O dia passa, o sol fica mais baixo, e o primeiro passeio de barco fica perto do fim.

IMG_0962

Mais cavernas:

IMG_0936

E um pouco mais de cerveja.

IMG_0940

IMG_0947

A passagem à esquerda, na foto abaixo, era larga o suficiente para nosso barco:

IMG_0946

IMG_0949

IMG_0965Fim de tarde

No próximo post, mais um passeio de barco, desta vez partindo de Keri.

 

Primeira parada em Zakynthos: Agios Sostis

Por mais ou menos metade do tempo em que estive em Zakynthos, fiquei hospedada em Agios Sostis, uma praia bem próxima do absurdo agito de Laganas. Agios Sostis é uma praia pequena, com águas muito calmas, sem ondas e quase não há areia, mas muitas cadeiras e guarda-sóis para alugar. Não se enganem: é um lugar bem turístico e quase não se vê gregos em meio aos restaurantes e lojas à beira-mar. Não é por aqui que alguém encontra uma “experiência mais autêntica”, o que quer que isso seja. Agios Sostis é um bom lugar para pessoas que querem relaxar bastante e também para quem não é fã de levar crianças em aventuras mais extremas.

IMG_0889

Conectada à praia de Agios Sostis por uma ponte, a ilha de Cameo é uma das principais atrações de Agios Sostis. A estreita ponte é feita somente para pessoas poderem caminhar de Agios Sostis à ilha sem ter de pegar nenhum barquinho. Eu infelizmente acabei não indo a essa ilha, que esconde um bar/clube à beira da água. Fica para a próxima vez.

IMG_0890

Ilha Cameo

O quarto onde eu e Erik ficamos era bem aconchegante e espaçoso com vista para o mar e varanda florida. Não me lembro mais do nome e não consegui achar o hotel online.

IMG_0790

IMG_0782

A nossa rotina em Zakynthos era passar o dia explorando a ilha, tentando achar praias ou outros lugares para nadar e fazer snorkeling. Assim sempre levávamos um almoço simples conosco (pão, abacates e outras gostosuras) ou comíamos na varanda mesmo.

IMG_0885Brunch na varanda regado a vinho com soda

IMG_0887

No próximo post mostrarei um pouco das belezas naturais de Zakynthos.

PS: estou em Kingston, Jamaica, agora e ainda está difícil de arranjar tempo/concentração/energia para atualizar o blog. Cheguei na sexta bem tarde e hoje é o segundo dia neste país caribenho. Vou tentar postar um pouco sobre as primeiras impressões da Jamaica em meio aos posts sobre a viagem de verão à Grécia. Espero que não fique muito confuso.

Chegada a Zakynthos

Depois do primeiro fim-de-semana em Atenas, fomos para Filiatra, no Peloponeso, conhecer os pais de Mirsini, os quais têm uma casa lá. Passamos três noites e conhecemos algumas praias; uma das mais bonitas é Stomio. Não tenho fotos dessa visita, mas vale a pena mencionar aqui de passagem.

Depois desses dias relaxantes junto à família de Mirsini, pegamos a ferry para irmos à primeira ilha desta viagem: Zakynthos, à esquerda no mapa acima, bem perto de Filiatra. Já não me lembro quanto tempo a viagem durou, acredito que em torno de uma hora e meia. A ilha não é tão distante da terra firme. Essa ferry (um navio) é bem grande e leva muitos passageiros, inclusive carros. Assim, se você alugou um carro na Grécia, é possível levá-lo para Zakynthos.

IMG_0750Ferry para Zakynthos

IMG_0757

 Eu e Erik estávamos muito cansados:

IMG_0765

IMG_0767Mirsini animada para chegar a Zakynthos

IMG_0771Vista de Zakynthos do navio

Zakynthos não é uma ilha pequena, então é importante ter algum meio de locomoção se você quiser explorar as belezas naturais da ilha, uma das mais ricas nesse sentido. Vale alugar vespa, qualquer coisa. Eu e Erik tivemos muita sorte de Mirsini levar o carro dos pais dela. Facilitou muito.

IMG_0776Cais de Zakynthos

IMG_0777Vejam a cor da água

A principal “cidade” da ilha, chamada Zakynthos mesmo, fica nessa área do cais. Não tirei quase nenhuma foto da “cidade”, com exceção da de uma das praças principais, bem perto do cais, onde fica esta linda igreja:

IMG_0778

Fim da comemoração de 30: ilha de Kleven e Lindsteds myr

Acabei de voltar da Grécia e alguns milhares de posts virão sobre essa viagem deliciosa. Mas antes de começar essa tarefa gigantesca, aproveito para postar o último da série do fim-de-semana de aniversário em Oslo. A segunda de aniversário, 16 de junho, foi passada em uma cidadezinha bem turística na costa leste da Suécia, Smögen, mostrada no post anterior. Agora aproveito para trazer imagens de uma parte muito bonita de Smögen, a junção com a ilha de Kleven.

IMG_0588Smögen

IMG_0589

Smögen se conecta à ilha de Kleven por meio de uma ponte. Acho que não é a ponte abaixo. O que se vê na imagem abaixo é a Lindsteds myr, uma espécie de pântano. A região mais ao sul de Kleven se localiza depois dessa área.

IMG_0591Lindsteds myr

IMG_0590

Gosto muito de paisagens assim, onde é possível ver o mar até os olhos podem enxergar, de preferência ao alto.

IMG_0593

IMG_0595

IMG_0596

IMG_0600

Depois dessa visita, dirigimos de volta a Eksjö, e o fim-de-semana de comemoração do aniversário chegava ao fim.